Badalado

Notícias

Caso Yasmin: reconstituição da morte da influencer deve ocorrer nos dias 12 e 13 de abril

Datas foram definidas durante uma reunião na sede da Divisão de Homicídios, no bairro de São Brás, sob a coordenação da Polícia Civil. A jovem universitária morreu em dezembro do ano passado, durante passeio de lancha.

A reconstituição simulada da morte da jovem Yasmin Macêdo está marcada para os dias 12 e 13 de abril, em Belém. As datas foram definidas na tarde desta sexta-feira (1º), durante uma reunião para tratar o caso e confirmadas pelo advogado da família.

A jovem influencer desapareceu durante passeio com embarcação e foi encontrada morta em dezembro do ano passado.

De acordo com o advogado Luiz Araújo, a reprodução simulada vai iniciar no dia 12 pela manhã e seguir até o dia 13. A polícia vai dividir os atores, que estão envolvidos no caso, em grupos.

“Além das testemunhas, vão participar vários atores para simular os fatos, como membros do Corpo de Bombeiros e policiais. O espaço área também vai ser fechado onde vai ocorrer a reprodução”, afirma.

A reunião desta sexta ocorreu na sede da Divisão de Homicídios, no bairro de São Brás, com a presença de representantes da Polícia Civil, Polícia Científica do Pará (PCP) e os advogados dos envolvidos no caso da morte da influenciadora digital.

“Se não houver colocação das partes, essa simulação pode se estender para além do prazo normal. Nós acreditamos que tudo vai ser esclarecido. Será uma ocasião para o que falaram no inquérito seja provado ou não”, explica o advogado Luiz Araújo.

O caso

Yasmin Fontes Cavaleiro de Macêdo era estudante de medicina veterinária e tinha 21 anos quando desapareceu durante um passeio no barco de Lucas Magalhães, no dia 12 de dezembro de 2021. O corpo foi encontrado no dia seguinte. Eles estavam com mais pessoas na lancha.

Após prestar depoimento à Polícia Civil, o dono da lancha relatou que conhecia a influencer há seis meses, por meio de eventos e lugares que frequentavam em comum,enquanto a mãe de Yasmin disse à polícia que eles tinham um relacionamento amoroso. Lucas Magalhães nega.

Fonte: g1.globo.com



Divulgar sua notícia, cadastre aqui!